Quem é a Jane Foster nos quadrinhos?

Quem é a Jane Foster nos quadrinhos?

Olha só, vamos começar devagar. Talvez você não esteja tão por dentro do que acontece no universo dos super heróis, aí você vê esse vídeo com esse título e pensa: WTF?

Pois bem, pra resumir, ao menos uma personagem do UCM, Universo Cinematográfico Marvel, será gay. A personagem Valquíria, “rei” de Asgard, que segundo a atriz que a interpreta, irá atrás de sua rainha no próximo filme.

Coringa (Joker 2019) não se baseou
nos quadrinhos, diz diretor

Algumas especulações apontam a nova Thor, a Jane Foster como par romântico da guerreira, mas isso não está certo. De qualquer forma, ao que tudo indica, podemos sim ter uma deusa do trovão gay.

Mas não é só isso, tem muito mais informação sobre o assunto.

Quem é Jane Foster?

Para quem esteve meio afastado do mundo dos heróis, talvez não tenha acompanhado o painel da Comic Con Experience desse ano.

A Marvel revelou um porrada de filme e mostrou que o último filme de Vingadores se chamou Endgame mas não colocou um ponto final na história dos heróis.

Uma das revelações mais bombásticas é que a Natalie Portaman, atriz absurda de talentosa, e que já levou pra casa uma estatueta dourada em 2011 pela sua atuação em Cisne Negro.

E foi revelado que ela interpretaria a Thor. E pra quem não tá ligado quem é a Thor, eu brinco, mas o nome dessa personagem que ela vai interpretar no filme é na verdade Jane Foster.

Uma personagem que já apareceu em um filme do final de 2013, Thor: O mundo sombrio.

Desde 2014 a personagem Jane Foster, nos quadrinhos, assumiu a identidade de Thor e eu explico.

No UCM só o Capitão América, (Chris Evans) e o Visão (Paul Bettany) conseguiram levantar o Mjolnir, mas nas HQs já vimos o surfista prateado fazendo isso, a tempestade e a Jane Foster.

Jane Foster nos quadrinhos

Ok, mas como a Jane Foster, nos quadrinhos, se tornou a Thor? O martelo procurou ela! Foi muito bacana como a personagem apareceu na história em quadrinhos chamada de “Thor: Deus do Trovão”.

A personagem batalhava contra um câncer, e durante a leitura da HQ você é levado a entender que “É ISSO AÍ, ESSA HQ É SOBRE A TRISTEZA DO CÂNCER”.

E você pensa que ela nunca terá um papel significativo, até chegar a história em “The Mighty Thor”, que mudou tudo.

Natalie Portman como Jane Foster

Thor, o Thor Odinson, em uma das HQs, acaba se tornando indigno do Mjolnir, e o martelo fica na lua.

Enquanto passava por suas dificuldades, a Jane Foster foi chamada pelo martelo. Tipo uma voz que te chama mesmo, loucura total. 

Um dos maiores spoilers do UCM

Depois da HQ Original Sin, que é a que o Thor deixa de ser digno. O planeta terra é ameaçado e um novo Thor ajuda a salvar o planeta.

O Thor Odinson, aquele que a gente já tá familiarizado, tenta descobrir, nega a presença desse novo herói, mas com o tempo vai aceitando.

O louco é que ele não sabe quem é, vai tentando descobrir e chega a cogitar que é a Jane Foster, mas nega depois que sabe que ela está fazendo quimioterapia para câncer de mama.

MCU tende a ganhar muito com a Thor dos quadrinhos

Edições depois, ele implora para que seja revelada a identidade do novo Thor e então descobre que é, na verdade, a Jane.

E assim, essa história, segue muito emocionante nos quadrinhos e eu não vou dar spoiler do que acontece daí pra frente. Vá ler que vale a pena. 

Resumindo… PUTA SPOILER REVELADO PELA MARVEL! A apresentação dela nos quadrinhos é assim, todo um mistério.

Agora muita gente já vai saber que ela a Jane Foster é a Thor. 

Acredito que o motivo de terem feito isso, seja para manter o hype, a expectativa e fazer com que os fãs não desgrudem desse universo. 

E se ela for gay?

Já foi confirmado que terá uma personagem gay, que será a Valquíria, interpretada por Tessa Thompson e que vai ter algum outro personagem homossexual nesse universo. 

Ela falou durante a Comic Con que irá procurar a sua rainha. O louco é que tá em aberto e pode ser a Jane Foster. Então sim, jovens! Quem sabe, a Thor possa ser gay, e é isso.

Jane Foster reimaginada para o cinema como Thor
Arte de @Carlosgzz03

Eu, sinceramente, se conseguirem fazer uma história tão incrível quanto nos quadrinhos, não me importo. Se forçarem a barra com romance, de qualquer tipo, pra mim não serve.

Então eu não me importo mesmo, acho que o mundo tem pessoas diferentes, de diferentes cores, orientações sexuais.

Olha, o universo da Marvel no cinema, o MCU, começou a ser desenvolvido em 2008! Mais de 10 anos atrás. É até estranho pensar que não teve personagem gay revelado até agora.

Pra mim, muda nada se continuarem colocando um critério de qualidade para as histórias.

Redator Pixel

Escrito com carinho por um dos nossos melhores redatores :)