Jovem dos EUA salva amigo gamer no Reino Unido ao ouvi-lo convulsionar pelo jogo

Jovem dos EUA salva amigo gamer no Reino Unido ao ouvi-lo convulsionar pelo jogo

Um gamer nos EUA salvou a vida de seu companheiro de equipe no Reino Unido que estava a mais de 8 mil quilômetros de distância depois de ouvi-lo sofrer uma convulsão enquanto jogava um jogo juntos online.

Aidan Jackson, um morador de 17 anos da Inglaterra, estava jogando com o texano Dia Lathora de 20 anos no início deste mês, quando Jackson teve uma convulsão, informou a BBC.

Gamer nos EUA salva amigo do Reino Unido em partida online

“Eu tinha acabado de colocar o fone de ouvido e ouvi o que só podia ser descrito como uma convulsão. Obviamente, comecei a ficar preocupado e imediatamente perguntei o que estava acontecendo e se ele estava bem”, disse Lathora ao Liverpool Echo.

Igreja Nacionais de Hanzo prova como é
fácil conseguir imunidade tributária no Brasil

“Quando ele não respondeu, instantaneamente comecei a procurar o número de emergência para o Reino Unido. Quando isso não funcionou, eu apenas tive esperança que outro meio funcionasse, achei uma opção para conversar com uma pessoa real e você nem imagina o quão rápido cliquei no botão “.

Jogos online e o impacto deles na sociedade
Image: Copel-Telecom/Reprodução

Neste caso, a amizade gamer foi capaz de ajudar a preservar uma vida. Embora nenhum dos jogadores tenha se encontrado pessoalmente, Lathora tinha o endereço de casa de Jackson, assim o gamer conseguiu chamar a polícia para sua residência.

Screenshot of a newscast showing UK teenager Aidan Jackson, wearing a hoodie in front of a PC gaming setup, describing how a gaming partner phoned authorities when she suspected he was having a medical problem.

A polícia chegou cerca de 40 minutos após o início da convulsão de Jackson e notificou seus pais da situação. Quando a mãe de Jackson foi verificar o filho, ela o encontrou “extremamente desorientado”.

Jackson já havia sofrido uma convulsão em maio de 2019. Atualmente, ele aguarda uma consulta em um hospital para resolver o problema.

Conheça nosso canal no YouTube

“Somos extremamente gratos pelo que Dia [nome do americano] fez e ficamos chocamos em imaginar que poderíamos estar no andar de baixo sem saber que algo de ruim estava acontecendo ao nosso filho”, disse a mãe de Jackson à BBC.

“Dia tinha nosso endereço, mas não tinha nenhum número de contato, por isso foi incrível ter conseguido ajuda de tão longe. Falei com ele e expressei nossos agradecimentos. Ele está feliz por poder ajudar. Aidan está muito melhor e espero que esteja tudo bem quando ele tiver uma consulta no hospital, mas está indo bem. ”

Redator Pixel

Escrito com carinho por um dos nossos melhores redatores :)