Juiz bloqueia proibição do WeChat e adia banimento do TikTok nos Estados Unidos

Juiz bloqueia proibição do WeChat e adia banimento do TikTok nos Estados Unidos

WeChat, TikTok e outros aplicativos chineses estão na lista negra do governo Donald Trump, mas a justiça dos Estados Unidos não está 100% com o presidente dos Estados Unidos.

Um juiz decidiu que a proibição do WeChat não é legal e impediu que fosse banidodo país. A informação vem da Reuters neste domingo e conta que a juíza Laurel Beeler se baseou na Primeira Emenda da Constituíção dos EUA para tomar sua decisão.

WeChat - Aplicativo no Celular

Proibições de aplicativos TikTok e WeChat nos EUA

Na sexta-feira, o Departamento de Comércio descreveu como as proibições de WeChat e TikTok que o presidente Trump vinha ameaçando por meses funcionariam: a partir de hoje à meia-noite, os usuários dos EUA não poderiam baixar os aplicativos das lojas de aplicativos da Apple e do Google.

TikTok - Aplicativo

Um acordo provisório foi estabelecido neste fim de semana também para o TikTok, já que a TikTok Global é parte de uma parceria com a Oracle e o Walmart, empresas americanas.

O Departamento de Comércio adiou a proibição do TikTok até 27 de setembro. “Eu dei minha bênção a isso”, disse o presidente.

RELACIONADOS:
Kevin Mayer, CEO do TikTok, deixa o cargo após restrições do governo Trump
PUBG Mobile e uma centena de apps chineses são banidos na Índia

Um grupo de usuários do WeChat entrou com uma ação judicial no mês passado, argumentando que a proibição violaria o devido processo legal e os direitos de liberdade de expressão dos usuários.

O processo observou que a proibição potencialmente tinha como alvo chineses-americanos, uma vez que o WeChat é “o principal aplicativo que falantes de chinês nos EUA usam para participar da vida social conectando-se com entes queridos, compartilhando momentos especiais, discutindo ideias, recebendo notícias notícias de minuto e participação em discussões políticas. ”

A liminar preliminar de Beeler bloqueou a ordem do Departamento de Comércio que proibia as transações dos EUA no WeChat.

Redator Pixel

Escrito com carinho por um dos nossos melhores redatores :)