5 filmes de ficção científica chegando em março de 2022

5 filmes de ficção científica chegando em março de 2022

As produções de ficção-científica sempre impressionam os fãs do gênero. Quem se lembra de Não Olhe Para Cima estreado na Netflix no final do ano passado, sabe que os filmes sempre chamam atenção por envolverem tramas grandiosas onde o mundo que conhecemos é destruído ou tem a realidade alterada de uma maneira bastante diferente da que estamos acostumados a conhecer. Isso acaba por deixar grande parte de nós à beira do questionamento: é possível que todas essas coisas aconteçam um dia na história da humanidade?

Enquanto a resposta não chega, os sucessos emplacam os blockbuster com produções impressionantes que deixam nossas mentes fora de órbita. Seja pelos efeitos especiais, enredo de peso ou processo de produção, os filmes de ficção científica vão ser sempre um conceito em alta, o que não muda agora nesse ano de 2022. Por isso, hoje nós do Pixel Nerd, iremos apresentar a vocês os 5 filmes de ficção-científica chegando em março de 2022.

1. After Yang (4 de março, nos EUA)

After Yang é um filme de drama do estúdio A24, conhecido por produções diferenciadas de gênero, e estrelado por Colin Farrell e Jodie Turner-Smith. O longa é um filme independente de ficção-científica onde tecnologias avançadas são feitas para interagir diretamente em relações pessoais de entre humanos. O jovem Yang (Justin H. Min) é um androide comprado pelo casal Jake (Farrell) e Kyra (Smith) justamente para ajudar na interação com a filha asiática adotiva deles de uma forma que ela se adapte a cultura americana de forma melhor. Mas, uma vez que a máquina sofre um colapso, a relação familiar é completamente abalada.

Precisando de ajuda depois de descobrir que a loja em que Yang foi feito está fechada, Jake parte em uma busca pessoal e cheia de crises existenciais quando descobre que sua filha está em luto pela perda do irmão. Quando sua jornada por respostas o coloca diante do fato de que Yang gravava boa parte das suas memórias no tempo em que viveu com a família, ele entrará em uma espiral confusa que ressignificará o sentido da vida e da objetificação das coisas ao ver toda a “vida” do robô por sua lente. Confira abaixo o trailer legendado:

Adaptado a partir de um romance de nome quase homônimo, Saying Goodbye to Yang (Dizendo Adeus a Yang, traduzido para o português) é um conto do livro de histórias do autor Alexander Weinstein “Childrens of the New World” (Crianças do Novo Mundo) onde o autor trabalha temas sensíveis sobre a robótica e uma realidade fictícia da humanidade no futuro. Fato que será repetido nesse drama que estreará nos Estados Unidos no dia 4 de março, ainda sem data de estreia prevista para o Brasil.

2. O Projeto Adam (11 de março)

O ator Ryan Reynolds não é nenhum estranho aos temas “filmes” e “Netflix”. Nos últimos anos, os sucessos em que estreou Esquadrão 6 (2019) e Alerta Vermelho (2021) foram ambas produções que caíram na lista de mais assistidos do streaming. Agora, uma nova parceria entre o ator e a plataforma via chegar às telas em março desse ano prometendo ser outro sucesso de visualizações. Trata-se de O Projeto Adam, filme do diretor Shawn Levy com quem Reynolds já contracenou em Free Guy, estrado em agosto do ano passado.

O novo filme irá contar a história do piloto Adam Reed, que resolve viajar para o passado na tentativa de salvar o mundo de um futuro catastrófico em 2050. Retornado para o passado, Adam, junto de uma versão mais nova sua e de luto pelo pai, terá que se entender com sua versão de 13 anos para se entender com o homem que é conhecido como o pioneiro da viagem no tempo no futuro – seu próprio pai. Mas enquanto corre contra o tempo, os dois são seguidos por um exército de máquinas comandadas por uma mulher que querem impedir os dois Adams de conseguirem êxito em sua missão.

Em um trailer lançado nesta terça-feira (01/03) a dupla de Adams citam até o Multiverso, tema recorrente em filmes da Marvel desde a estreia de Homem Aranha Sem Volta Para Casa e o trailer de Doutor Estranho: Multiverso da Loucura. Confira abaixo:

Em uma mistura de comédia e ação, o novo filme da Netflix com Reynolds vem sendo anunciado já faz um tempo pelo próprio Ryan Reynolds. Em seu canal no youtube, o ator postou no ano passado (04/01) um vídeo com Walker Scobell (versão mais jovem de Adam) nos bastidores de filmagem mostrando todo o clima de humor no set com o garotinho que reproduz corretamente o monólogo de Deadpool 2, longa em que Ryan Reynolds contracenou para a Marvel em 2018.

Também envolvidos no projeto estão os atores Mark Ruffalo e Zoe Saldaña que também são atores do MCU, respectivamente como O Incrível Hulk e a Gamora. Completando o elenco estão também as atrizes Jennifer Gardner (com quem Ruffalo já atuou em De Repente 30), Catherine Keener (Corra!) e Esther Ming Li (Expresso do Amanhã).

3. Caranguejo Negro (18 de março)

Esse novo suspense sueco da Netflix se passa em um futuro pós-apocalítpico cheio de guerras civis e uma sociedade em caos. Em meio a isso, uma soldada, Caroline Edh (Noomi Rapace), se une a um grupo de cinco soldados para entregar uma misteriosa carga através de um perigoso arquipélago congelado totalmente pela primeira vez em trinta e sete anos. Mas apesar de perigosa, a missão se torna um pouco mais pessoal para Caroline quando o capitão da missão revela a ela uma foto e a possibilidade de que sua filha ainda está viva.

Cheio de ação, efeitos especiais e muita emoção, o filme entra para uma carga menos trabalhada em ficção científica, focando nos aspectos de guerra e ação entre políticos e povos; aspecto esse que conversa bastante com a situação atual do mundo em que estamos vivendo quando Caroline se vê jogada em meio a uma grande disputada de poder entre forças maiores que prometem muitas traições e reviravoltas.

O filme tem estreia confirmada para o dia 18 na Netflix.

4. Everything Everywhere All At Once (25 de março)

Nadando no tema que anda em alta nos últimos tempos, Everything Everywhere All At Once (Tudo Em Toda Parte De Uma Vez Só, traduzido para o português) é outro grande filme de ficção científica do estúdio A24 previsto para esse mês que aposta em uma abordagem mais intensa e explondosa do tema “Multiverso”. Nele, uma mulher descobre seu papel central como chave para salvar o universo multiplo ao acessar os pensamentos e emoções de diferentes versões suas.

Evelyn (Michelle Yeoh) é uma mulher que está lutando para se manter focada na própria família e no trabalho monótono que tem, mas que sempre se pega olhando para o nada, até uma simples máquina de lavar, e acaba um pouco desfocada da realidade onde vive. Então, um dia ela acaba acessando o Multiverso – uma rede de realidades alternativas e diferentes com várias probabilidades e personalidades distintas – e descobre que tem uma missão importantíssima: salvar o mundo de inimigos intertedimensionais que querem destruí-la e destruir os mundos. Apesar de desacreditada, atrapalhada e – principalmente confusa – Evelyn acaba por acessar também as habilidades das outras mulheres alternativas a ela, podendo assim enfrentar os inimigos com bastante força.

Para começo de tudo, o trailer da comédia de ação sci-fi promete uma história para lá de rica em todos os quesitos, seja direção de arte, atuação (James Lee Curtis pisando em um papel de coadjuvante interessantíssimo), efeitos e enredo. O humor é o traço necessário para compor junto com a ação toda a metalinguagem que é trabalhada aqui e as cenas de ação mesmo sendo deixadas sozinha irão dizer bastante coisa sobre a evolução da personagem no decorrer da trama (algo diferente de outros filmes do gênero onde o cara f#dão mostra sempre ter experiência em luta muito embora isso jamais tenha a oportunidade de supreender a audiência).

O filme tem estreia marcada nos cinemas para o dia 25 de março.

5. Morbius (31 de março)

O filme estrelando o ator e modelo Jared Leto no universo cinematográfico da Marvel já foi adiado mais de sete vezes, mas chegará ao fim do mês de março, marcando por fim essa estreia de filmes dessa lista. Muito mais um filme de “super-vilão” do que um filme de ficção-científica, Morbius tem elementos de ciência dentro dele e por isso decidimos colocar o filme aqui nesse artigo.

O longa trará pela primeira vez a adaptação da história de um dos maiores vilões conhecidos das HQs do Homem-Aranha, o Dr. Michael Morbius para se igualar a uma espécie do que está sendo chamado de “Novo Venom” e assim trazer ainda mais sucesso para o Marvel Universe. Morbius é um bioquímico que descobre uma doença gravíssima que afeta dezenas de pessoas. Ao tentar buscar uma cura para o problema, o experimento acaba saindo como um tiro na culatra e o antes herói se torna um anti-herói vampiro com habilidades selvagens e a sede incontrolável de sangue.

O vampiro enfrentará autoridades e outras diversas personagens que tentarão usá-lo ao passo que entender o que está acontecendo com ele mesmo. Essa dinâmica entre anti-herói x sociedade não é nenhuma novidade em filmes do gênero e lembra muito Venom… E, só para confirmar minhas palavras, no próprio primeiro trailer do longa divulgado, podemos ouvir o personagem brincar com isso, assinalando a metalinguagem presente no filme.

Muitos fãs terorizam que Venom pode participar do filme assim como outros personagens do universo da marvel, mas até agora o único confirmado é Michael Keaton, o intérprete do Abutre do primeiro filme do Homem-Aranha de Tom Holland, revivendo seu papel de uma forma que deixa muito de nós curiosos para saber como irá se resolver.

Recentemente em uma entrevista, o diretor do filme Daniel Espinosa comentou que Leto estava predestinado a viver o personagem em uma adaptação. Se isso acabar por ser provado como verdade nas telonas, o fato pode significar, para Leto, um recomeço na história da sua carreira desde a sua participação no infame Esquadrão Suicida de 2016 que não agradou nada, nada aos fãs da DC em sua época de lançamento.

Além de Keaton no elenco, o filme conta com Tyrese Gibson (Velozes & Furiosos), Matt Smith (Doctor Who), Adria Arjona (Esquadrão 6) e está confirmado para o dia 31 de março.

Matheus Martins

Escritor, 25 anos, apaixonado por literatura e Stephen King. Teve um exemplar jogado na própria cabeça como incentivo e hoje afunda a cabeça em cubículos do Call Center. À noite, as máquinas ligam e ele dá vida às palavras e histórias que alugam um triplex na sua cabeça.