A Fold Apart é o jogo indie sobre relacionamentos à distância

A Fold Apart é o jogo indie sobre relacionamentos à distância

A Fold Apart tem muito para nos ensinar sobre relacionamentos à distância, ainda mais com a popularização da internet.

Enquanto antigamente os amantes precisavam enviar cartas que demoravam dias para chegar ao cônjuge, atualmente é possível trocar mensagens, imagens e vídeos instantaneamente.

O webnamoro é real e cada vez mais popular, mas não é perfeito.

Focando nos momentos fofos e nas dificuldades de manter uma relação à distância, a desenvolvedora Lightining Rod apresentou recentemente A Fold Apart, um indie que utiliza puzzles para representar os desafios de namorar alguém que não está perto.

A Fold Apart | Gameplay

A primeira prévia do game foi apresentada durante o evento Kinda Funny Showcase e chegou até mim no dia 10 de dezembro.

Desde então eu queria escrever algo sobre o título, que possui uma ideia que me cativa muito.

A Fold Apart é um indie focado em narrativa com gameplay de quebra-cabeças, com gráficos cativantes e todas as mecânicas girando em torno de páginas.

Para resolver os desafios, você precisa dobrar o cenário e montar caminhos para os personagens se encontrarem.

Falando em personagens, o jogo não peca em escolher um biótipo e deixa que o jogador customize a aparência dos protagonistas da história, o que dá um bom ânimo quando pensamos em representatividade.

Baseado em fatos reais

De acordo com o pessoal da assessoria do game, a história de A Fold Apart é inspirada em fatos da vida de Mark Laframboise, designer responsável pelo jogo.

Ele comenta sobre essa relação no podcast abaixo junto com Robyn, sua namorada.

No game, os namorados em questão são um arquiteto e uma professora que se amam, mas são obrigados a viver distantes por causa de suas profissões.

Usando um mundo de papel, o jogo pretende mostrar como não é simples manter um relacionamento à distância.

“Ao resolver os puzzles por esse lindo mundo de papel, vamos vivenciar em primeira mão as dificuldades de viver separados”, descreve a desenvolvedora do jogo.

A Fold Apart | Texto

De acordo com o pessoal por trás do game, a narrativa é muito próxima da realidade e mostra que todas as histórias possuem dois lados, o que ajudará muita gente a se identificar com os personagens.

Jogos como A Fold Apart são importantes

Assim como rolou com Roguemance, jogos que abordam relacionamentos me chamam muito a atenção.

Além de trazerem o ponto se vista dos devs sobre o assunto e virem carregados de emoção, jogos assim costumam ser muito representativos.

Project Winter: Uma análise
do menu na busca por partidas

Como uma pessoa que vive um relacionamento à distância há dois anos (muito feliz), estou ansioso para ver a abordagem da Lightning Rod sobre o tema e explorar aspectos como “a (falta de) comunicação” e “o encontro de duas pessoas apaixonadas”.

Modéstia à parte, eu tenho um namoro à distância bem único e já conto com bastante XP nesse assunto.

Minha relação começou num app que encontra pessoas próximas, mas acabou evoluindo para um namoro separado por praticamente todo o estado de Santa Catarina.

E, mesmo com esse entrevero, continua vivo e forte, em meio a mensagens trocadas, fotos zoadas, boa noites com figurinhas e rios de saudade.

A Fold Apart tem lançamento marcado para 2019 no PC, PS4, Xbox One e Nintendo Switch.

Enquanto o jogo não chega, continuo aqui vivendo meu relacionamento e criando expectativas para esse indie que mal conheço, mas já considero pacas.

Redator Pixel

Escrito com carinho por um dos nossos melhores redatores :)