Black Myth: Wukong, RPG de ação e mistério surpreende em novo gameplay

Black Myth: Wukong, RPG de ação e mistério surpreende em novo gameplay

Black Myth: Wukong é um novo jogo de ação de artes marciais desenvolvido por um estúdio chinês que conquistou a internet em apenas um dia.

Anunciado em 19 de agosto, Black Myth: Wukong é uma releitura do clássico épico da mitologia chinesa Journey to the West e, levando em consideração a qualidade do vídeo acima, pode ser um sucesso.

Este é o primeiro lançamento do estúdio chamado Game Science. Os desenvolvedores chineses são conhecidos por criar jogos para celular, mas Black Myth: Wukongvisa consoles e PCs de última geração

A equipe utilizou Unreal Engine 4 para construir o jogo e mira no mercado global para distribuição de seu jogo.

Black Myth: jogo chinês de RPG e ação

O game tem diversos detalhes surpreendentes, incluindo a física do jogo, o trabalho realizado nas animações dos personagens e a criação inventiva de cada um deles. Tudo parece bastante único.

O personagem jogável, uma versão do personagem Monkey King, popular no oeste, é capaz de se transformar em uma variedade de criaturas.

RELACIONADOS
Fã joga Ghost of Tsushima com um controle Katana [Vídeo]
9 jogos que mostram os gráficos da nova geração

Os chefões também aparecem em grande estilo e devem ajudar o jogo a ganhar destaque, já que são tão bem detalhados quanto o ambiente aos seu redor.

Sobre o estúdio Game Science

Foi fundado em 2014 por ex-funcionários da Tencent Games e criou uma série de jogos, mas Black Myth: Wukon é sua primeira tentativa no que seria considerado um título premium para um único jogador.

De acordo com o South China Morning Post, um dia depois de ser divulgado, o vídeo de divulgação de Black Myth teve 10 milhões de visualizações no site de vídeos chinês Bilibili e quase 2 milhões no YouTube.

Primeiro triplo A do estúdio Game Science

Foi também uma hashtag que subiu rapidamente nas redes sociais chinesas Weibo e Douyin.

O diretor de operações da Game Science, Lan Weiyi, disse que a decisão de desenvolver um jogo AAA foi tomada em 2017, depois que a equipe percebeu que havia mais usuários do Steam na China do que nos Estados Unidos.

“Na época, já havia mais de 1 milhão de jogadores chineses jogando Grand Theft Auto no Steam”, escreveu Lan na plataforma online chinesa Zhihu. “Então percebemos que o mercado de jogos premium da China estava passando por uma transformação.”

Via: EuroGamerPortugal

Redator Pixel

Escrito com carinho por um dos nossos melhores redatores :)