Steelrising: novo souls-like tem tudo para ser o próximo “Elden Ring”

Steelrising: novo souls-like tem tudo para ser o próximo “Elden Ring”

Deixando de lado a parcela de fãs que adorariam bater boca comigo sobre todos os prós que fazem Elden Ring parecer “único”, ao que tudo indica um novo souls-like com premissa interessante está prestes a surgir dentro do cenário gamer no segundo semestre de 2022.

Se trata de Steelrising, novo RPG eletrônico da Nacon Studios ambientado em uma Paris alternativa de 1789. No game de época, ao invés de uma revolução francesa, a história traz a Revolução dos Autômatas – poderosas máquinas que servem a monarquia. Quando a rebelião na cidade começa a trazer problemas para o Rei Luis XVI, o tirano envia uma série de robôs para segurarem a população e coloca-la na Idade das Trevas de novo.

É nesse cenário que entra Aegis – a protagonista acrobata encarregada da missão de retirar o tirano do poder. Ágil, mortal e misteriosa, Aegis também é uma máquina mortífera treinada na virtude das artes elementais e promete trazer problemas na tentativa do Rei de se manter no poder.

No entanto, nada disso será fácil já que cada inimigo aparecendo em seu caminho trará um nível de dificuldade diferente no combate.

Steelrising – a história

– Isso é uma revolta?

– Não, Majestade, é uma revolução.

Paris, 1789.

O Rei da França perdeu a cabeça e enviou diversas máquinas para conter a população. É com essa premissa que Steelrising se apresenta, ambientando elementos clássicos com requintes de distopia, dessa vez trazendo a robótica em um imaginário de séculos atrás, durante a Revolução da França (uma ideia bastante parecida e trabalhada também em Atomic Heart, sci-fi horror da Mundfish, também previsto para o segundo semestre).

Previsto inicialmente para Junho desse ano pela distribuidora Spiders, tudo o que você precisa saber é que o jogador entrará no papel de Aegis, uma robô ex-dançarina da corte que se tornou guarda costas da Rainha Marie-Antoinette e a última esperança da Paris que mergulha cada vez mais para a submissão.

A Liberdade guiando o povo – Eugène Delacroix/Foto: reprodução
Steelrising – Nacom Studios/Foto: reprodução

Prometendo muitas reviravoltas, flashbacks e até segredos, a trama lembra muito filmes de ação onde vemos o espião se infiltrar na cidade para acabar com o inimigo. Mas, diferente do genérico, Aegis travará batalhas contra inimigos e estranhos aliados, trazendo toda a preciosidade de um souls-like em cada combate.

Confira o trailer cinematográfico abaixo:

Jogabilidade

Para a jogabilidade, os desenvolvedores do título revelaram a procura por uma personagem principal que fosse capaz de encarar os desafios de uma maneira que soasse realista. Foi assim que nasceu Aegis – antes quase chamada de Ada, em homenagem a Ada Lovelace, a primeira programadora da história -, uma autômata capaz de resistir melhor ao combate contra as letais máquinas do Rei.

E a personagem é perfeita para o cargo. Com 9 tipo de armas diferentes, desde um leque de metal a escudos e um tridente, os movimentos são graciosos e letais e Aegis é cheia de habilidades que podem influenciar de forma impactante as lutas como as Armas do Corpo que podem ser liberadas.

Aegis também é totalmente personalizável, podendo alterar traços faciais, peruca e materiais do seu corpo.

Use o gancho de Aegis tanto para saltar entre as construções da cidade ou no combate. Atacando de perto ou de longe, é quase certo que você morrerá lutando contra cães, robôs mancos e os mais incríveis e difíceis chefões, como o gigante Bispo da Cité.

Os gamers poderão se juntar a Revolução das Máquinas no dia 8 de setembro, quando Steelrising chegar para PS5, Xbox Series e PC.

Matheus Martins

Escritor, 25 anos, apaixonado por literatura e Stephen King. Teve um exemplar jogado na própria cabeça como incentivo e hoje afunda a cabeça em cubículos do Call Center. À noite, as máquinas ligam e ele dá vida às palavras e histórias que alugam um triplex na sua cabeça.