Farming Simulator 19 é um baita jogo, mas seu potencial máximo ainda não foi explorado – Análise

Farming Simulator 19 é um baita jogo, mas seu potencial máximo ainda não foi explorado – Análise

Farming Simulator 19 é mais complexo do que parece. E neste post eu comento os pontos positivos e negativos do game.

Minha história com Farming Simulator 19

Nem todo mundo sabe, mas antes de ser jornalista, escrever sobre tecnologia em diversos sites eu morava no interior e vivia de forma bem pacata.

Até os meus 16 anos de idade, meu lar ficava uns 20 km da cidade e era cercado de florestas, pastos para o gado e lavouras cheias de máquinas agrícolas.

Devido a diversos fatores que rolaram nos últimos quatro anos, perdi praticamente toda a minha conexão com aquele mundo.

Mas, recentemente, a Focus Home me deu um gosto daquela graciosa época enviando para o Pixel Nerd o game Farming Simulator 19.

Máquinas Agricolas e… cavalos

“Que tipo de Red Dead Redemption é esse?”, perguntou meu amigo Neri, quando me viu andando por um campo com a câmera em primeira pessoa.

Apesar do tom de brincadeira, é preciso notar que a principal novidade de Farming Simulator 19 tem uma ligação com o blockbuster da Rockstar: agora o jogador pode criar cavalos.

Iniciada em 2008, a série de simulação de fazenda do estúdio sueco Giants Software faz muito sucesso no PC.

Cada game chegou com altos índices de vendas e permaneceu entre os mais populares da Steam.

Tudo com uma premissa simples: ser um fazendeiro, trabalhar para ganhar dinheiro e expandir seu negócio.

O rolê de Farming Simulator é relaxar enquanto faz sua fazenda crescer

Seguindo os padrões da franquia, o novo game conta com um alto nível de realismo em alguns momentos do gameplay.

Dinheiro e plantinhas

Você pode comprar máquinas agrícolas de marcas reais, fazer o cultivo de plantas utilizando tecnologias existentes e criar animais seguindo parâmetros que também funcionam no mundo real.

Farming Simulator 19 também conta com um sistema de passagem de tempo que permite até mesmo dias com 24 horas e fatores que aumentam a dificuldade usando mecânicas retiradas do mundo real.

Alguns exemplos práticos (e que podem ser desativados no Menu) são o crescimento de ervas daninhas ou o fato do pneu das máquinas matar a plantação.

Coisas simples, mas que somadas, acabam tornando o gameplay mais complicado e similar à vida de um fazendeiro de verdade.

Outra parada que chamou a atenção é a meritocracia presente no game, em que também pode ser feita uma ponte com a realidade.

O nível de dificuldade tem como base o dinheiro, terras e equipamento que você tem.

O modo mais desafiador te joga em um dos mapas com dinheiro para comprar um campo e começar uma fazenda do zero.

Já o “fácil” já te fornece tudo o que é necessário para ter uma vida na fazenda sem muitas preocupações além de trabalhar (ou contratar funcionários para fazerem isso por você).

Gameplay profundo

Antes de jogar Farming Simulator 19, minha única experiência com o jogo tinha sido o primeiro, ou seja, já faz muito tempo.

Nos últimos 10 anos, a franquia se expandiu a ponto de permitir que muita coisa interessante seja feita.

Além de plantar, colher e cuidar de seus campos (e também animais), você pode acompanhar a bolsa com valores de cada grão para otimizar suas vendas, fazer contratos, ajudar fazendeiros vizinhos e ganhar mais dinheiro para usufruir de todo o potencial do jogo.

Um visual realmente maneiro

Os gráficos também estão em seu ápice, oferecendo uma experiência visual bem maneira.

Com tudo isso, a experiência de se ser um fazendeiro virtual está bem elaborada, mas, de forma geral, o brilho do jogo mora em suas ações mais simples.

A maioria dos jogadores ainda está mais interessada em pegar sua colheitadeira ou trator e ficar de boas trabalhando do que se aprofundar em certas mecânicas.

Farming Simulator 17 – PC Min vs. Max Graphics Comparison - YouTube

E não sou eu que estou dizendo, os próprios dados do Farming Simulator anterior mostram,

Boa parte dos jogadores não aproveita tudo que o game possui

Essa liberdade entregue pelo game, que deixa o jogador simplesmente fazer o que quiser e quando quiser, torna Farming Simulator um ótimo ponto de escape.

Euro Truck também passa esse feeling.

Isso fica ainda mais claro no modo online, quando uma galera de diversos lugares do mundo simplesmente se une para plantar e colher juntos.

Se você tem amigos que curtem essa vibe de fazenda, com certeza é um jogo massa para investir muitas horas com os parceiros(as).

Ervas daninhas que estragam o campo

Apesar de ser divertido no geral, Farming Simulator 19 tem problemas técnicos que tornam a jogabilidade chata para quem é novo e que também podem irritar com o passar do tempo.

Isso prejudica a imagem de “jogo para relaxar”.

Os menus são muito densos e o mapa é bem confuso para quem tá chegando agora na franquia, o que dificulta boa parte do entendimento do game.

Além disso, os controles podem levar a acidentes, que consequentemente obrigam você a resetar o veículo e ter que viajar por horas para levá-lo de volta para casa.

A ausência de uma campanha single-player que explore uma história também foi um motivo que me deixou triste com o título.

Seria uma ótima forma de manter o interesse do jogador e chamar novas pessoas para a franquia.

Existem muitas histórias que podem ser exploradas usando o contexto do game, desde tensões envolvendo política, clima ou até mesmo histórias pessoas.

Já imaginou que massa seria uma história em Farming Simulator?

Como o nome já indica, todo o rolê de Farming Simulator gira em torno da simulação, mas investir numa historinha poderia ser um bom jeito de tornar o game mais profundo de um jeito humano.

Se até FIFA já ganhou história, quem sabe isso acontece no futuro.

Além dos empecilhos técnicos, o que mais me decepcionou no game foram as oportunidades não aproveitadas.

Todas as mecânicas que aprofundam o jogo na realidade e não são aproveitadas por muitos jogadores poderiam acabar tendo um impacto mais real no mundo.

Games mudando o mundo

A pesquisadora Jane McGonigal, especialista em games, acredita que os games podem ser utilizados para resolver problemas como a fome e pobreza futuramente, e Farming Simulator 19 é o tipo de franquia que mostra isso.

Apesar de ser um hobbie para os jogadores, o título oferece experiências que se aproximam da realidade e, em até certo grau, realmente poderiam ajudar agricultores.

Com certeza alguma solução para problemas reais poderia aparecer caso o game fosse alimentado com mais dados do mundo real.

Ainda mais com mais de 50 mil fazendeiros digitais cultivando e fazendo seus negócios crescerem diariamente na Steam

Quem sabe a Giant Software acabe fazendo isso num futuro não tão distante e, com isso, todas as horas investidas no game possam realmente mudar o mundo. Isso seria louco, né?

Enquanto isso ainda não é realidade, você pode criar sua fazenda virtual com elementos reais jogando Farming Simulator 19 no PC, PS4 e Xbox One.

Redator Pixel

Escrito com carinho por um dos nossos melhores redatores :)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.