Jogo brasileiro Aritana 2 traz jogabilidade inspirada no novo Zelda para o Xbox One

Jogo brasileiro Aritana 2 traz jogabilidade inspirada no novo Zelda para o Xbox One

Anunciado no ano passado, Aritana 2: The Twin Masks promete ser um dos games brasileiros mais promissores dos próximos tempos. Enquanto o primeiro título trazia uma história indígena contada por meio de um game de plataforma 2D e ganhou vários prêmios na época, o novo jogo trará um mundo mais aberto e jogabilidade diversificada.

Em entrevista ao Nacionais, Vitor Ottoni, da Duaik Entretenimento, revelou que Aritana 2 tem grandes títulos atuais como inspiração para seu gameplay. “Nós temos como referência o The Legend of Zelda: Breath of the Wild e até mesmo o The Last of Us“, explica o desenvolvedor. “São games que nos inspiram demais e com certeza estamos tentando trazer o melhor dessas duas mecânicas para o nosso jogo e ambiente”.

aritana-twin-masks-zelda-last-of-us-referencia

Quando o assunto é narrativa, o jogo também terá como influência a icônica franquia de filmes Star Wars, além de jogos e vivências dos próprios desenvolvedores, comenta Ottoni. “Aritana é praticamente uma junção de tudo o que vivemos/jogamos”.

A história de Twin Masks acompanhará o índio Aritana em busca do cajado de Yaci, que está nas mãos do Mascarado, uma entidade que pretende destruir YpY, a Árvore da Vida, que é o coração da floresta.

Além de contar com um novo antagonista que tem como uma de suas inspirações o Curupira, figura famosa do nosso folclore, o jogo terá novos cenários, armas e itens. As novidades devem tornar a jogabilidade bem diversificada, mas mantendo a essência do universo de Aritana.

Transição para o 3D

Lançado em 2014 no PC, Aritana e a Pena da Harpia ganhou bastante destaque ao contar a aventura de um índio aventureiro em sua jornada até o topo da grande montanha. Além de ter sido bem recebido pela crítica, o jogo também marcou história por ser o primeiro game brasileiro no Xbox One quando chegou ao console em 2015.

A sequência está em desenvolvimento desde 2016 e conta com três funcionários da Duaik trabalhando diariamente no game. Ao todo, mais de 10 pessoas já trabalharam no projeto desde o seu início.

Segundo Ottoni, o jogo está sendo desenvolvido em Unity, o mesmo motor gráfico utilizado no primeiro game. “Optamos por essa engine por causa da familiarização e experiência que equipe tinha com o ele”, conta o desenvolvedor.

A experiência com o motor gráfico acabou facilitando na transição do trabalho para os gráficos abertos de Aritana 2. “Tivemos que repensar muito bem como seria o mundo do Aritana em 3D e como seria toda a progressão de  jogabilidade e história”, explica o funcionário da Duaik. “Contudo, foi um processo bem natural e acho que chegamos em um resultado que agradou a todos na equipe”.

Relação com a Microsoft  e lançamento

Assim como aconteceu com o primeiro jogo da franquia, Aritana 2 também terá uma relação mais profunda com o Xbox One. O jogo será lançado em fevereiro de 2019 no console da Microsoft com seis meses de exclusividade.

Após o período, existe a possibilidade do jogo chegar em outras plataformas, segundo a Duaik Entretenimento. “Analisaremos com muita calma todas as possibilidades”. Será que veremos o game na Steam, PS4 e quem sabe até no Switch? O negócio agora é esperar.

Fique ligado no site da Duaik Entretenimento para receber mais novidades sobre Aritana 2. Continue acompanhando o Nacionais também, pois futuramente vamos sortear Aritana para quem nos ajuda no Apoia.se.

https://www.youtube.com/watch?v=V65xkV9RTFU

Redator Pixel

Escrito com carinho por um dos nossos melhores redatores :)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.