Nuuvem é confiável? Conheça a loja brasileira que desbanca os preços da Steam

Nuuvem é confiável? Conheça a loja brasileira que desbanca os preços da Steam

Não faz tanto tempo que compras digitais se popularizaram. Steam, Epic Games Store e Nuuvem ganharam destaque na última década.

Agora, em vez de ir até uma loja e comprar um DVD guardado na caixa, os jogadores adquirem um código alfanumérico online que dá acesso ao download do game.

Essa simplificação do mercado, que exige menos recursos para distribuir games, abriu portas para mais empresas se aventurarem nesse meio.

No caso dos jogos para PC, uma companhia que vem ganhando destaque é a Nuuvem, uma loja online brasileira e que costuma bater de frente com os descontos oferecidos pela Steam.

Lançada em 2011, a Nuuvem é um projeto de Thiago Diniz, campeão mundial de The Lord of the Rings: The Battle for Middle Earth.

Ele é o antigo comandante do site RTS Games, fórum focado em jogos de estratégia.

Quem é Gabe Newell?

O empreendimento começou por meio da RTS Games Store, uma loja que vendia jogos do gênero em mídia física para jogadores do PC.

Diniz percebeu a ascensão do formato digital e resolveu investir no novo formato, o que culminou na chegada da Nuuvem, uma distribuidora de jogos 100% online.

Graças aos contatos feitos por meio de sua campanha em The Battle for Middle Earth e também no site RTS Games, que possuía mais de 100 mil usuários, Diniz conseguiu investimento e contatos para tornar o negócio possível.

Os membros originais da Nuuvem: Paulo Schilling, Andrey Beserra, Thiago Diniz e Fernando Campos

“A Nuuvem se lançou no mercado com 110 títulos de 8 publishers, hoje temos mais de 2500 títulos no catálogo e esse número vem crescendo a cada ano”, explica Diniz.

Como funciona a Nuuvem? É confiável?

A Nuuvem negocia com as publishers e desenvolvedoras de games para conseguir preços exclusivos em seus produtos.

Para quem nunca comprou um game no site, o procedimento é simples: a loja oferece os jogos por meio de chaves de ativação.

Após o jogador realizar o pagamento, ele recebe um código na sessão “Meus Games” do site, para ser ativado em plataformas do PC, como Steam, Origin e Uplay.

Como o processo não envolve mídia física e a Nuuvem possui contato direto com as publishers, durante algumas promoções, o preço das chaves vendidas no crescente catálogo da loja brasileira acabam sendo mais interessantes do que os próprios valores praticados pelas plataformas de ativação.

Um bom exemplo disso é Playerunknown’s Battlegrounds, que até hoje ainda não apareceu em promoção na Steam, mas já foi vendido com desconto na loja brasileira.

“A gente gosta de dizer que somos ‘Gamers como você'”, explica o fundador da Nuuvem.

“Queremos que as pessoas entendam que por trás de cada oferta, tem gente como eles, loucos pra jogar o game A ou B. Sabemos o que os gamers esperam e procuramos corresponder à essa expectativa”.

 

Assim como chamam a atenção, os preços abaixo do normal também levantam dúvidas nos jogadores mais céticos. Nos últimos anos, o chamado “mercado cinza” de keys teve um amplo crescimento na internet, com diversas formas de compra alternativas e, às vezes, falhas e gananciosas, incluindo revenda de códigos e até mesmo contas.

A Nuuvem é a maior loja de jogos digitais da América Latina

Graças a isso, negócios como a Nuuvem acabam recebendo olhares tortos com frequência. Como explica Diniz, a loja é transparente com seus clientes e tem bastante presença nas redes sociais para entrar em contato com os consumidores, mostrando que é um negócio confiável.

No site Reclame Aqui, conhecido medidor de confiabilidade de negócios, a loja brasileira tem 100% dos problemas registrados respondidos. A empresa também conta com uma página de suporte disponível aqui.

“O que a gente usa hoje é depoimento dos próprios clientes pra convencer outras pessoas. Temos um post fixo nas nossas redes sociais exatamente com a pergunta: ‘A Nuuvem é confiável?’ E já temos centenas de respostas positivas (e algumas bem divertidas) dos nossos seguidores.”

Expansão

Outro ponto que mostra a força do serviço é a expansão da Nuuvem, que já deixou de ser um negócio exclusivamente brasileiro. “Já somos a maior loja de jogos digitais da América Latina e vendemos para 200 países, mais ou menos.”

De acordo com Diniz, a empresa conta com uma equipe que atua em inglês, espanhol e português, um pré-requisito para atuar em mais países e bater de frente com a Steam.

“Tentamos trabalhar por uma comunidade gamer menos tóxica”

“A Nuuvem hoje está expandindo pra América Latina, mas sabemos que no resto do mundo a competição é bem diferente”, explica o empresário.

“A Steam e a Origin oferecem plataformas com uma série de features interessantes, então a gente sabe que lá fora o buraco vai ser bem mais embaixo”.

Nuuvem - portal

Além de expandir o alcance de seu negócio, o pessoal da Nuuvem acredita que o mercado de games deve “amadurecer” futuramente, o que sera benéfico para a indústria no geral.

“Acho que aos poucos o mundo inteiro está percebendo que não dá mais pra chamar games de ‘joguinho'”, explica Diniz.

Devil May Cry 5 mostra que é mais fácil
matar demônios do que lidar com a família

O criador da loja brasileira também disse que a empresa luta para tornar o mercado de games mais agradável tanto para jogadores quanto para os desenvolvedores.

“Tentamos trabalhar por uma comunidade gamer menos tóxica, e eu acho que isso começa nesse respeito com todo mundo”.

Próximos descontos

Quanto aos descontos, não se preocupe, pois eles vão continuar acontecendo em qualquer cenário.

A empresa costuma fazer eventos nas mesmas épocas todo ano, o que facilita acompanhar as ofertas.

Inclusive, o pessoal da Nuuvem ate deu uma dica pra gente: “vai juntando dinheiro pra junho”.

Redator Pixel

Escrito com carinho por um dos nossos melhores redatores :)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.