Horizon Chase Turbo faz você querer voltar a ser criança – Análise

Horizon Chase Turbo faz você querer voltar a ser criança – Análise

O game brasileiro Horizon Chase ganhou o coração de muita gente que joga nos smartphones e, agora, chega em sua versão “Turbo” no PC e PS4.

Com um visual mais trabalhado, multiplayer local e suporte para telas maiores, o jogo mistura o poder dos video games atuais com a nostalgia de grandes clássicos de corrida.

Gameplay de Horizon Chase Turbo - jogo de corrida estilo Top Gear

Horizon Chase Turbo – Análise

Meu primeiro console foi um PS1, mas lembro da sensação que tive ao ver, pela primeira vez, meu primo jogando o clássico Top Gear no SNES: era mesmerizante.

Agora, uns 15 anos depois, estou explorando as mais de 100 pistas de Horizon Chase Turbo, que não apenas traz a hipnose marcante de seu grande inspirador, mas me enche de saudades da infância.

Ouça aqui o Brocast #7: Jogos antigos
e a indústria da nostalgia nos games

Na parte dos gráficos, Horizon Chase Turbo pode ser visto como os remakes feitos pela Activision recentemente, como Crash e Spyro: o game mantém a essência de jogos de corrida dos anos 80 e 90, mas coloca uma roupagem moderna e gameplay adaptado aos novos tempos.

Para quem não conhece Top Gear, o jogo feito em 16-bits trazia carros coloridos, barra de combustível, linhas horizontais e cenários inalcançáveis ao fundo, além de uma brilhante trilha sonora.

O trabalho de adaptação da Aquiris é tão profundo que vemos tudo isso representado no game.

Até as faixas de som tiveram a produção de Barry Leitch, compositor que trabalhou nas músicas do clássico arcade de corrida.

A versão mobile do Horizon Chase, lançada originalmente em 2015, também conta com um easter egg bem maneiro, que relembra a saudosa época em que os games tinham vários segredos escondidos.

Apesar do jogo não suportar os clássicos passwords (ia ser demais se isso acontecesse), você pode descobrir um f*cking pedido de casamento ao desenhar um coração na tela do celular durante a primeira pista do game.

Isso acontece porque a desenvolvedora Aquiris ajudou o compositor Barry Leitch a pedir sua esposa em casamento utilizando o jogo.

Ta aí algo que não acontece todo dia.

Versão Turbo deixa tudo maior e mais intenso

Horizon Chase Turbo é uma versão aprimorada do que temos nos smartphones, com o feeling de nostalgia renovada sempre presente, mas desta vez com o suporte para telas maiores, menus mais trabalhados e seu principal diferencial: o multiplayer local.

Cada pista possui cenários de fundo muito bem trabalhados e as variações de clima e horário fazem o jogo ficar diversificado e desafiador – dirigir de noite pode ser beeem difícil.

A Tour Mundial permite que você conheça diversos pontos do mundo com os gráficos cartunizados do game.

O destaque fica para as pistas brasileiras, que passam em lugares que comumente não são abordados em jogos, como Brasília, Salvador e até a Chapada Diamantina.

Sozinho ou com os amigos, Horizon Chase Turbo
garante uma boa dose de diversão

Em nenhum momento o game tenta esconder sua veia Arcade, e essa aceitação torna a experiência leve, ao mesmo tempo que a sensação constante de velocidade faz o sentimento de competição surgir e nunca mais ir embora.

Além de contar com multiplayer para até quatro jogadores, o game traz a famosa mecânica de fantasma, que permite competir contra seu próprio tempo, com o resultado de amigos e também com os melhores jogadores de casa pista.

Aliado a essa pitada de desafio para alcançar o melhor tempo em todas as pistas, o jogo também conta com moedas coletáveis e combustíveis na corrida, o que deixa o clima de competição contra si mesmo ainda mais forte.

Com isso, mesmo quando os parças não estão presentes, você consegue se divertir sozinho.

A tela dividida é um grande diferencial

No final das contas, o principal erro da Aquiris foi não ter lançado Horizon Chase Turbo antes, quando eu era mais jovem e podia ficar horas jogando sem compromisso.

Após algumas corridas, fui tomado pelo sentimento que tinha ao chegar do colégio: arremessar a mochila na cama, correr para o video game e ficar horas jogando contra o irmão mais novo.

Assim como Anton Ego é tomado de nostalgia ao comer Ratatouille no filme homônimo da Pixar, eu voltei a ser criança nos últimos dias, fazendo das corridas de Horizon Chase Turbo a minha única prioridade.

Split Screen em Horizon Chase Turbo

O game se apoia na simplicidade de correr apenas por correr, ficar de boas aproveitando os belos cenários enquanto persegue o horizonte, ou então desafiar os amigos em uma competição com todo mundo na mesma sala.

Em tempos de jogos online, microtransações e loot boxes, experiências de video game presenciais são cada vez mais raras.

Para quem cresceu jogando no sofá com os amigos ou indo em locadoras após passar a semana juntando moedas, Horizon Chase Turbo é um game altamente recomendado.

Inspiração para o mercado indie

Além de ser um baita jogo para quem procura altas doses de nostalgia, o game da Aquiris também mostra o potencial dos desenvolvedores brasileiros, que, convenhamos, ainda são muito desacreditados pelos jogadores de seu próprio país.

Jogar Horizon Chase Turbo é tipo ver o Rodrigo Santoro mandando ver em Westworld, ou o Neymar fazendo um golaço enquanto joga em um time europeu.

É o Brasil dando certo, mostrando pra todo mundo que nós conseguimos fazer bons jogos.

Jogar Horizon Chase Turbo é tipo ver o
Rodrigo Santoro atuando em Westworld.
É o Brasil dando certo nos games

Não podemos desconsiderar que a Aquiris é um dos maiores estúdios brasileiros de games, mas temos outros exemplos mostrando que, quando o assunto é nostalgia, nós mandamos bem pra c*aralho.

A enxuta equipe da JoyMasher, que manja de jogos retrô, presenteou o mercado de games com Oniken e Odallus, e em breve vai lançar Blazing Chrome, que faz meu coração pular só de ver o trailer, que me lembra muito o clássico Contra.

Não podemos esquecer também de Chroma Squad, da Behold Studios, que permitiu a muita gente realizar o sonho de ser um Power Ranger.

Enfim, jogos como Horizon Chase Turbo comprovam que ainda existe espaço para vender nostalgia do melhor jeito possível.

Se você, pequeno desenvolvedor de games, está precisando de inspiração para começar aquele projeto maneiro, este é um bom exemplo brasileiro para se espelhar.

Horizon Chase Turbo pode ser jogado no PC e PS4. A versão para dispositivos móveis está no Android e iOS, e possui as primeiras pistas gratuitas 🙂

Redator Pixel

Escrito com carinho por um dos nossos melhores redatores :)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.