Alan Wake Remastered aparece novamente para o Nintendo Switch em Classificação Indicativa dos EUA

Alan Wake Remastered aparece novamente para o Nintendo Switch em Classificação Indicativa dos EUA

Desenvolvido pela Remedy Entertainment e publicado pela Epic Games, Alan Wake Remastered apareceu novamente para o Nintendo Switch em um órgão de classificação indicativa, mas dessa vez nos Estados Unidos.

O Remastered já havia sido registrado no dia 20 de setembro para o Nintendo Switch, em uma classificação indicativa pelo órgão Ministério da Justiça aqui no Brasil. O jogo estava catalogado para as seis plataformas, incluindo o híbrido da Nintendo, com uma classificação de “não recomendado para menores de 14 anos”. Confira uma captura de tela feita pela EuroGamer na data em questão:

Alan Wake Remastered em classificação indicativa do Ministério da Justiça | Divulgação/EuroGamer
Alan Wake Remastered em classificação indicativa do Ministério da Justiça | Divulgação/Eurogamer

Um dia após a descoberta, o site brasileiro OlharDigital entrou novamente no site do ministério, porém, o jogo da Epic Games na plataforma do Nintendo Switch simplesmente desapareceu, muito provavelmente sendo um erro, ainda que não divulgado pelos desenvolvedores. Confira a captura de tela do OlharDigital um dia após a classificação:

 Alan Wake Remastered em classificação indicativa do Ministério da Justiça | Divulgação/Olhar Digital
Alan Wake Remastered em classificação indicativa do Ministério da Justiça | Divulgação/Olhar Digital

RELACIONADOS:
ALAN WAKE REMASTERED GANHA PRIMEIRAS REVIEWS POSITIVAS DA CRÍTICA

O título apareceu novamente para o Nintendo Switch em outros órgãos de classificação, desta vez na ESRB (Entertainment Software Rating Board) e PEGI nos EUA, segundo relata o site VGC. Confira a captura mostrando o remastered na classificação:

Alan Wake Remastered em classificação indicativa no órgão ESRB | Divulgação/VGC

É muito provável que os desenvolvedores estejam com planos para lançar o jogo no Switch, mesmo retirando o título do Ministério da Justiça para a plataforma. Na época do registro no Brasil, a porta-voz da Epic Games disse a VGC que não havia nada novo para anunciar, mas continuamos na expectativa do título chegar no console da Nintendo.

Fonte: VGC

Gabriel Cavalheiro

Redator de conteúdo no nicho de games. Devorador de jogos indies, mobile e de Mega Man.